Aromaterapia para bebês: Como superar as cólicas nos primeiros meses?


Toda mãe, seja ela de primeira viagem ou não, sabe o quanto é difícil ver um filho chorar com dor. Os primeiros meses do bebê são desafiadores para ambos, mãe e bebê. Dentre um dos maiores desafios que aparecem neste início de vida podemos com certeza aponta a cólica.

Ela chega sem avisar, deixando a barriguinha enrijecida enquanto o nenenzinho berra de dor. Em geral as mães podem sentir-se bastante culpadas se perguntando o que fizeram de errado, pois é de conhecimento comum que o que a lactante ingere passa pelo leite para o bebê podendo ocasionar as dores abdominais.

Calma… nem sempre a culpa dessas crises está no que a mãe ingere. Outros fatores podem influenciar no desenvolvimento das cólicas abdominais. Confira!

Por que meu bebê tem cólica?

A alimentação materna pode ser um dos fatores que causam as cólicas no bebê, mas só quando existem excessos. É preciso manter uma dieta saudável e equilibrada, evitar frituras, doces, refrigerantes, café e alimentos cheios de gordura trans. Na dúvida lembre-se que se causam gases em você vão causar no bebê também.

Agora, se você já é uma mãe que segue uma dieta balanceada e mesmo assim seu bebê continua com dores saiba que outros fatores como o tipo de parto, fatores ambientais e imaturidade funcional do organismo do bebê podem influenciar. Segundo especialistas, a última é de fato a causa mais comum.

O bebê possui um corpinho novo, que acabou de ficar pronto mas ainda carece de aperfeiçoamento. Ele começa a desenvolver a flora intestinal e esse processo pode ser doloroso pois a digestão ainda não é perfeita. A quantidade de gases produzidos é grande e acabam se alojando nas cavidades do abdômen ficando presos. Por isso que geralmente quando em processo de cólica os bebês soltam tantos gases.

Como saber se o meu bebê tem cólica?

Nem sempre o bebê chora por cólica. É importante distinguir os choros do seu bebê. A cólica apresenta algumas características:

  • Acontece de repente. O choro é forte e alto e não passa com colo ou distrações
  • O abdômen fica enrijecido e as perninhas do bebê esticadas, as mãos cerradas em punho
  • Geralmente seguida de gases, podendo haver eliminação de fezes
  • Desaparece de repente assim como chegou

 

Como usar a aromaterapia para aliviar as cólicas?

Em primeiro lugar, siga as recomendações do pediatra à risca. A aromaterapia não substitui a necessidade de acompanhamento médico, porém ela pode ser usada como aliada oferecendo conforto e alívio para a criança.

O óleo para aliviar a cólica do bebê pode ser utilizado para fazer massagens na barriguinha ou para oferecer uma noite de sono tranquila pingando algumas gotinhas no difusor.

A aromaterapia para os pequeninos, pode requer alguns cuidados como veremos a seguir.

No difusor ultrasônico

Até o sexto mês deve-se utilizar a quantidade mínima que equivale a 3 gotinhas de óleo para 300 ml de água. De maneira devemos pingar as gotinhas na boca do neném. A mãe também deve evitar a ingestão, pois ela pode passar ao recém-nascido através do leite.

Os óleos essenciais indicados para a aromaterapia para bebês são óleo de lavanda e laranja doce.

Lavanda

A lavanda é uma planta típica do sul da Europa e norte da África. Sua flor clássica no tom roxo é bem conhecida pois o óleo extraído da planta é utilizado mundialmente para criar produtos de beleza e limpeza. O seu aroma envolvente é bem conhecido no Brasil e no mundo. Dentre os seus benefícios podemos destacar:

  • Relaxante muscular
  • antisséptico
  • antidepressivo
  • calmante
  • antibacteriano
  • facilita a digestão
  • combate a insônia

Três desses benefícios demonstram porque usar o óleo de lavanda na aromaterapia infantil é tão importante: relaxante muscular, calmante e facilitador de digestão. A lavanda atua no organismo do bebê acalmando o intestino que luta para digerir alimentos numa flora intestinal em formação, combate a rigidez muscular do espasmo de dor e acalma o bebê fazendo-o relaxar e dormir.

Laranja Doce

Existem várias sub categorias de laranja no mundo, mas elas se dividem em apenas duas categorias: doces (citrus sinensis) e ácidas (citrus aurantium). É na primeira categoria que as laranjas lima e pera se encontram, As duas são indicadas pelos pediatras para fazer o primeiro suquinho do bebê por volta do sexto mês.

Os benefícios da laranja doce pode ajudar a combater a cólica do bebê. São eles:

  • Ajuda a absorver nutrientes
  • Colabora para o bom funcionamento da bile e enzimas digestivas
  • Elimina toxinas
  • Combate o estresse
  • Combate prisão de ventre
  • Combate cólicas estomacais e intestinais

Assim como a lavanda, o óleo de laranja doce age diretamente no aparelho digestivo do recém nascido colaborando para o bom funcionamento do intestino e ajudando a eliminar as toxinas.

Massagem com óleo vegetal de semente de maracujá

Além de utilizar os difusores, também pode ajudar fazer uma massagem direta na barriguinha do bebê. O óleo utilizado deve ser puro, na versão prensada a frio.

A massagem deve ser feita com movimentos circulares e delicados por toda a região do ventre do bebê. Não tenha pressa, deixe que o seu bebê veja o seu rosto e mantenha a expressão serena para que ele sinta que está tudo bem.

Manter os joelhos do neném elevados ou simular o gesto de pedalar com as perninhas dele pode ajudar a aliviar os gases.

 

O óleo de maracujá é calmante e anti inflamatório. É rico em vitaminas e minerais. Ele ajuda a combater a rigidez muscular e faz com que o bebê fique relaxado, tranquilo e pronto para dormir aquele soninho gostoso

Seu bebê sente tudo o que você sente. Procure se cuidar e descansar também. Os óleos mencionados neste artigo podem ser usados para ajudar você também.


E você, já usou aromaterapia para acabar com as cólicas do seu bebê? Conta pra gente nos comentários. Não esqueça de compartilhar o artigo em suas redes sociais.


Deixe um comentário


Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados



Carregando Ambiente Seguro