Meditação e Aromaterapia: dois aliados que podem mudar a sua vida?


Provavelmente você já deve ter ouvido falar da aromaterapia, certo? Assim como da meditação. Mas você sabia que esses dois podem se unir e trazer diversas vantagens para o seu corpo e sua mente?

A aromaterapia, para quem não sabe, se baseia na utilização de óleos essenciais 100% naturais, extraídos de plantas, flores e frutas que ajudam a combater diversos problemas, sejam eles físicos ou mentais. Essa substância é comumente adotada por quem tem alguma doença, mas prefere tratá-la de forma natural. 

Já a meditação tem como objetivo acalmar a mente e fazer com que o praticamente encontre um equilíbrio. Mas como esses dois se combinam? 

A perfeita junção entre meditação e aromaterapia 

Sob um primeiro olhar, a meditação e a aromaterapia parecem não ter nada em comum, mas, acreditem, elas têm e podem mudar a sua vida. Quando se pratica essa atividade, o maior foco dela é a concentração, é só por meio dela que você percebe a si mesmo e seus sentidos, e ao despertá-los é que você acalma a mente e liberta-se da ansiedade e do estresse. Mas é justamente essa parte a mais difícil para os praticantes iniciais, principalmente aqueles que têm uma rotina agitada: a completa concentração. 

E é aí que os óleos essenciais entram. Como dissemos antes, essas substâncias são usadas tanto para auxiliar em problemas físicos quanto mentais, incluindo a dificuldade em focar. Para isso você precisa escolher o item propício para isso. Então, por meio do aroma você conseguirá focar 100% na meditação e alcançar o que deseja. Mas além de te ajudar a chegar no foco total, o óleo essencial libera hormônios importantíssimos, que fazem você relaxar e se acalmar, isso porque ele estimula as áreas cerebrais ligadas a esses dois fatores. Tal resultado te ajudará a encontrar as respostas que procura ou a aliviar o estresse e a ansiedade. 

Agora, vamos aos óleos que você pode utilizar durante a meditação. 


Óleos essenciais para meditação 

1 - Óleo de Cedro Atlas 

Esse é um dos óleos essenciais perfeitos para quem pratica meditação, isso porque este detém características calmantes, assim como favorece a concentração. 

2 - Óleo de Capim-Limão 

O óleo de Capim-Limão também é uma alternativa para essa atividade. A substância proporciona relaxamento muscular e redução do estresse. Além disso, tem efeito desintoxicante para o organismo. 

3 - Óleo de Eucalipto 

Uma terceira opção é o óleo essencial de eucalipto. Ele promove clareza mental e melhora a respiração, dois itens essenciais na meditação. 

4 - Óleo de Laranja doce 

A laranja doce é conhecida por ter propriedades calmantes e anti-inflamatórias. Ele também auxilia na melhora do humor e no relaxamento físico e mental. Pode ser utilizado por quem procura na meditação concentração, foco e aumento de energia. 

5 - Óleo de Lavanda

O óleo essencial de lavanda sem dúvida nenhuma é um dos mais conhecidos dentro da aromaterapia, isso porque a flor é comumente usada para combater insônia. No caso da meditação, ela deve ser utilizada para quem procura calma e relaxamento. Essa planta detém benefícios contra a depressão, ansiedade, estresse, além de ser um sedativo leve. 

6 - Óleo de hortelã-pimenta 

A hortelã-pimenta por ter propriedades expectorantes e antivirais, estimula sensações de vigor e refrescância.

Quanto a melhor forma de usar esses óleos essenciais durante a meditação é com um difusor, preferencialmente ultrassônico. Isso porque o aparelho cria uma nuvem de água e óleo no ambiente, perfeito para você inalar a substância enquanto prática a atividade. 

E você, pratica meditação ou tem vontade de começar? Nos conte nos comentários e não deixe de compartilhar este artigo nas suas redes sociais


Deixe um comentário


Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados



Carregando Ambiente Seguro